quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

às vezes...

eh pa até que não estava mal disposto...
agradava-me o convívio e a paisagem,
agravam-me muitas coisas (decotes, cerveja preta e uma musica dos Pearl Jam)
até eu mesmo dizer- estou farto desta merda!
sentado ali tão quieto mas bem disposto...
fervilhando em pensamentos tão definidos como a tua linha de raciocinio na ultima sexta feira
(14 imperiais e um kinder surpresa...)
seria mau se estivesse só e saturado da companhia, mas não, encontrava-me acompanhado mas com algo fora do eixo...

algo desconcertante...

mas espera que me apanhei a tempo antes de me repetir novamente em mais do mesmo,
antes de exteriorizar camuflado numa piada estonteante - da qualidade ou da ausência dela?
antes de mascarar em fuga emocional do que já devia estar há muito enterrado no passado...
(não, não falo de nenhuma gaja pois a ex enterrei emocionalmente e fisicamente o cadáver na mata de... pera... isto pode servir como prova... ah... a ex? nunca mais a vi...)

disfarçava o ímpeto emocional do instante num sorriso piadético, numa tirada porca e badalhoca, gira e apresentável aos amigos mas não aos pais - já disse que não estou a falar da porra da ex xiça!
disfarçava o mau feitio e as saudades do Lisandro Lopes,
disfarçava o disfarce

silencioso nas trevas,
silencioso entre os vultos que não conheço e que me rodeavam na luz ténue
silencioso mas não desiludido, nem triste e abatido, apenas...

apenas estava a ver-me distante.

espectador de mim mesmo.

espectador dos pensamentos que me assolavam e tentavam vergar.
ah... bons velhos tempos em que aguardava algo (alguém?) que salvasse e arrebatasse- e desse sentido a toda a situação...

como se me cantarolassem uma música que ouviram na rádio sem saber o artista e a coisa não me soa estranha, é familiar e acho que conheço a letra... mas não sei dizer o que é

mas já ouvi isso em qualquer lado...
já senti isto em qualquer lado...

(e não é efeito da cerveja...)

(ou de um kinder supresa)

não era o cheiro familiar que nos arranca um sorriso,
não era apanhar-te a cantar o Dancing Queen e e desfrutar disso mesmo sem notares a minha presença até já ser tarde demais para teres qualquer reputação a salvar- e fitares-me no susto com a carinha de quem sabe que não vou perder a oportunidade de partilhar com um vasto público os dotes e gosto musical...

para alguma coisa inventaram câmaras nos telemóveis...

e o youtube...

era algo que reconhecia e desgosto - é o desgosto de não gostar, não é o desgosto de saber que a Joss Stone é vegetariana...

ela tinha que ter defeitos...

(leitor:mas André, o vegetarianismo é um defeito?
André: É! implica idas aos restaurantes do género, implica desistir na fantasia em que desnudava a Joss stone, ela entornava molho da portugália no peito acidentalmente que lhe retirava com a lingua e depois agarrava nas batatas e enfiav...

...

... também envolve bacon, um kinder surpresa e morangos...

...um homem tem que ter fantasias...)




- o autor do blog assume a sua imutável posição sobre o Vegetarianismo, Bitoque rula -

era algo que preferia não sentir, não pensar. não remoer, não perder tempo a lembrar-me sequer...

melhores dias seguiram-se, melhores dias no intervalo deste instante que relato e o igual que tornou este familiar como memória passada, melhores e grandiosos dias

demasiado mais melhores bons para eu deixar-me vencer assim tão facilmente - enquanto houver cerveja...
não vou ser sempre assim tão jovem e bonitão, não vou ser sempre assim...tanta coisa tão boa que não sei porquê nenhuma me ocorre à mente para dar um exemplo...

(FAIL!!!)

há cerveja, há Pearl Jam, há um decote que trás um sorriso direccionado e muito tempo a preencher até me ir daqui embora - e porque não um pouco de convívio?

(ahaha convívio, ya... nós falamos, amigamos, aturamos as mulheres pelo convívio...quero conhecer as mulheres pelo que elas são, a pessoa, a alma delas... longos passeios na praia, escutar o mar, olhar e perder-me nos seus olhos...

...

não, não vou desenvolver isto para a teoria de que um gajo tudo o que realmente gosta de fazer enquanto pessoa é com os amigos gajos que faz, com a namorada/amiga-potenciais parceiras sexuais está a fazer companhia à vagina dela no intuito de aceder à mesma... e não vou porque não quero hipotecar a minha pessoa com o sexo feminino- com todas as 3 que ainda não me conhecem ou não leram o meu blog)

temos aquela franja fofa e sexy, o teu rosto meio rosado ou do calor, ou de me veres avançar na tua direcção confiante - ou então tás com gases...
temos todo o tempo do mundo para fazer todas as coisas que nos apetecer e tu deixares acontecer - e olha que me apetecem umas quantas coisas ilegais no mínimo em 8 continentes
é que eu ás vezes...

eu ás vezes até que estou bem disposto...
e...
às vezes...
não é apenas da cerveja.

e tu...
tu és um doce na minha boca...
como um chocolate...

tu para além de um chocolate também és um brinquedo!




nota- o Autor, gestor, criador, escritor e mestre lider supremo mega kickass awesome fantástico (fabuloso era gay) incrivel douto e ultra divino perfeito semi-deus já devia tar a dormir portentoso e quase por estrear mas em grande forma deste blog não sabe muito bem o que aconteceu no post que acabou de escrever- estou falar de mim mesmo à jogador de futebol, I'm Awesome - e como tal presumo que me irei arrepender à posteriori do texto, vou acordar olhar e envergonhar-me, e não... não estou a falar da ex...

as minhas sentidas desculpas a quem perder o seu tempo a ler este texto, amanhã - se me lembrar - vou escrever um texto magnifico o que será portanto uma estreia no blog.

3 comentários:

Foxy Ni** disse...

Tendo eu perdido os meus 5 minutos de pequeno-almoço-acabadinha-de-chegar-a-empresa-oh-mais-um-dia-bolas, a ler este texto, e sem querer parecer presunçosa, ou de nariz empinado coisa que fico quando estou mal disposta ou as hormonas batem constantemente umas nas outras, Aiii de ti que apagues este texto!
Foram os 5 minutos matinais mais bem melhores aproveitados nos últimos... hum... dois anos?!?!

baccio
Ni*

A-Meuh-Lie disse...

I wish I could understand what's written ... :(

Ana disse...

Este texto está demais! Não foi nada tempo perdido.

Também tenho uma grande aversão a vegetarianos. Nada melhor que uma bela carninha e muitos molhos à mistura.:-)