terça-feira, 29 de abril de 2014

Totalmente Panisga / Totalmente Awesome

Foi um acidente.
Um acidente totalmente panisga.
Fecho a porta de casa todo pimpão para uma corrida e no elevador, ao controlar a minha sexyness no espelho apercebo-me que estou de camisola e ténis a condizer...

 

Homem que é homem macho não vai correr a fazer pandã.

(Yep, todas as desculpas são boas e válidas para usar a palavra pandã...)

Na primeira volta do meu circuito de corrida, numa passadeira onde é recorrente encontrar o focinho de um carro mal estacionado, deparo-me com um Mercedes branco estacionado por completo em cima dela. Não era um terço do carro, não eram dois terços, era o carro completo, por inteiro.
Na segunda volta...
Generosos deuses... Não mereço...
Um outro carro estacionou no limite da mesma passadeira, ficando o carro branco a bloquear totalmente o atravessamento pedonal  na direcção para a qual o vosso André vai a galope.
Rua cheia de gente, hora de imenso trafego, tenho plateia.
Acelero, acelero e vai acontecer.
Um pé, outro, empurro o peso do meu corpo para o ar e aterro sobre o capot sem perder velocidade,
Um pé, outro, salto para o passeio e continuo com um sorriso.

Eu ontem fiz três vezes o percurso.

(salta pequeno André!, salta!)

E o André, novamente saltou.












quinta-feira, 24 de abril de 2014

Vergonha

Corria há 2 km, veloz, sem dor, sem esforço.
Corria após uma semana sem correr.
No céu, o azul esmeralda escurecia em degradê para o escuro, lua já no alto, começo de noite.
Estava atento às pernas, ao pé, à espera do regresso da dor que não aparecia.
Estava metros do começo da subida para a alameda, debaixo da luz daquele candeeiro que não se acende e fica, indeciso, sempre indeciso.
Venço a inclinação, acelero, ladeado à direita pelo verde da relva da alameda, ladeado pela fila de árvores salgueiro chorão.
Estou a sorrir, vitorioso.
Respiro.
Respiro fundo.
Não estou a sorrir.
Tenho ranho, muito ranho, entupido com muco da garganta ao nariz.
Desespero, nariz levantado ao ar.
Viro o rosto para a direita.
Arrepanho a nhaca espessa, puxo-a das entranhas, vai ter que acontecer.
Infâmia, vergonha, abençoada relva ali ao pé.
Arco esverdeado, enorme, imenso que começa a sua curva final e descendente para o chão.

Foda-se André, foda-se.
Foda-se para o vento.
Foda-se o bocado que me apanhou a bochecha.


Era só isto por hoje, ide na paz do senhor.

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Oh Joffrey...



#Joffrey #Yes #HotAsian #Swag #Springdress2008 #DisneyPrincess #VotaPartidoPelosAnimais #BoloCasamento, #Pombas #VinhodePacote #Yes #Lover,YouShouldaComeOver #BeforeSunset #ZambujeiradoMar #LetItGo #CutePuppy #MafaldaVeiga #Yes #BitchesbeCrazy #Yolo #Tyrion #Baratheon

sexta-feira, 11 de abril de 2014

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Altruísta

"Aquele que pensa nos outros ou que pensa mais no outros que em si, solidário, caridoso, contrário de egoísta."


É o que sou.

Vejo isto:


E imediatamente, no instinto de homem generoso, predisponho-me para auxiliar com entusiasmo o crescimento da população Dinamarquesa.

Como tal, mulheres voluptuosas da terra da Legoland... Vinde de férias, vinde de férias a Lisboa.