quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Sexting

Nada como estar empolgado no Sexting com uma Lady friend e no auge da conversa a TMN avisar que temos uma semana para carregar o telemóvel.

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Et Voilá!!

Abro a porta de casa e antes que tivesse tempo de lhe perguntar quem é que lhe tinha aberto a porta da rua... ela tem o descaramento, a lata e a maldade (pura) de apontar o dedo e rir-se na minha cara da malfadada sobrancelha.

- Ok, sorry, desculpa... vamos fazer isto outra vez? - diz-me e volta a sair pela porta de minha casa. Respira fundo, passa a mão diante da cara de cima para baixo e diz-me sem se rir- vim salvar-te André, I'll be the light in your eyes...

E volta a rir na minha cara como o ser cruel e maldoso... enfim, como mulher que é.

- Não resisti em vir cá ver a tua obra prima... é o que dá meteres essas coisas no blog... - Subitamente pára e foi-se o sorriso, vira o meu rosto que beijara para si com a mão e pergunta- diz-me que sou a primeira que vê a tua sobrancelha...

Empurra-me em triunfo depois de lhe dizer que sim.
Invade-me a casa com o cabelo e perfume, sem me perguntar ou pedir apropia-se do meu espaço, do meu território.




Vencido e arrebatado com a sua presença e ... decote.
Fico sem reacção no hall, fico prostrado comtemplando-lhe o caminhar...

Oh madame...

- Atão? vais ficar ai ou vamos resolver a merda que fizeste à sobrancelha?

Atrevo-me a pensar que não está assim tão mau...
Fito-me no espelho do hall e...




(Ca granda exagero, mas adiante)

Entro no meu quarto.
Ela aguarda-me de pé, braços cruzados e um sorriso cabra no rosto.

- Senta-te na cama e tira a camisa.

- Tiro a camisa?

- Uma mulher tem que tentar...

Digo-lhe que não é uma boa ideia, não só insinuar-se com a piada como estarmos ambos no mesmo quarto., ela de vestido e eu com todo o meu sex-apeal, tão grande e tão tamanho que até eu fico tentado quando me vejo ao espelho.

Ela volta a rir-se descaradamente da falha na sobrancelha e vai-me o sex-apeal todo com o badagaio.

- Qual é o teu plano? - pergunto-lhe para lhe cortar a gargalhada.

Sem efeito, ela continua a rir sem me responder.
Ela abre a mala e aponta para a cama, para me sentar.
Eu obedeço, emasculado demais para espingardar uma tirada sarcástica ou tentar uma das minhas sempre geniais piadas.
Obedeço resignado.

Sento-me.

E vejo-a com uma pinça nas mãos.

Levanto-me em semi-pânico

- Hey... HEY! HEEEYYY!!! o quê que tu vais fazer com isso??

- Resolver a merda que tu fizeste minha criatura retardada... agora vê se te comportas como um homem e não gritas como uma menina...
quer dizer...
por outro lado até quero que grites um pouco...

Ela empurra-me para a cama com a mão, dominadora.



Estou assustado.

Ela tira-me suave e delicada os óculos do rosto.

Ri-se outra vez.

- És tão estúpido André...foda-se!! tens quase 30 anos! e és tão puto...

- Tens é inveja!

-Eu? eu tenho as sobrancelhas simétricas meu idiota!!!


Sentou-se ao meu colo, uma perna para cada lado, despejando o peso do corpo sobre mim.
Demorou-se com requinte e malvadez em cada pelo.
Riu-se do meu sofrimento atroz, do desespero de um homem em dor e agonia...

... não pela dor física em si mas por me sentir tão estúpido... tão idiota.

Tão... um puto que fez merda e agora está com vergonha porque foi apanhado.

Mas depois olho para o que tenho em frente... digamos... a vista.

(tou mesmo a falar do decote dela)


E tudo parece um pouco melhor, um mundo melhor.
Tenho daqueles momentos estúpidos - hey, tinha-a sentada de vestido ao meu colo, isso afecta o discernimento! -  em que uma pessoa pensa que vai correr tudo bem.

Iludido, inocente e manietado pelo charme e gesto generoso de se oferecer a resolver o meu dramático problema capilar disolvo-me no seu cheiro, na sua presença sobre mim.


Porra mulher, tens que cheirar assim tão bem?


Partilho o pensamento, elogio-lhe o cheiro.


Ela sorri.
Oh se sorri...
Ela responde...
Oh se responde


 -acho que é a altura de... entrarmos em negociações...


Vejo-a colocar o cabelo para trás da orelha, vejo-lhe a mão aterrar suave sobre o meu peito.

Por instantes, talvez por estar sem óculos... ela parece-me um anjo de ternura ao meu colo.



- Negociar? não estou a perceber... - pergunto-lhe enquanto faço o que se pode resumir numa patética tentativa de fazer olhos de bambi


- André... oh André... - diz-me desapontada. Aproxima-se de mim e beija-me no rosto, sinto-lhe o corpo o cheiro e nas mãos a curva das costas...


Sinto-lhe os lábios na minha pele ao tocarem subtilmente na minha face enquanto se encaminham para o meu ouvido.


Sinto-a respirar quente.


E então...


Ela diz.


Não pede, afirma.


Afasta-se e sorri, cabra.


- Estamos conversados sim?


Como se eu tivesse hipótese de lhe dizer que não.


Ela puxa de um lado e depois do outro, dá-se por satisfeita.

Hoje posso sair à rua com as sobrancelhas quase simétricas - porque há uma falha que ainda se nota se eu apontar.

Vendi a alma ao Demo.


Ah, e antes que me esqueça...



Descobrir pelos comentários no blog o gozo que deu a situação, o meu sofrimento a todos vós...

Eu pensei.. pensei que.. que... gostavam de mim!

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Mas... Isto é um Motim????

Mas vocês enlouqueceram todas?
Tem alguma graça ver a minha Real e Douta pessoa com uma falha nas sobrancelhas?

Foi um acidente -- tava com comichão e tinha as mãos com creme de barbear, não pensei e cocei com a lâmina.

Querem uma foto?




Ficam com esta de um gajo parecido comigo num videoclip da Shy'm

O quê? não vos satisfaz? não é suficiente? ok...



E que tal uma foto da minha cadela - que não tem sobrancelhas já agora - ultra fofa?

Agora fiquem ai a babar com o canideo que vou pensar no vosso caso.

---E como resolver a falha na penugem das sobrancelhas.

domingo, 25 de setembro de 2011

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Uma Mulher "Hilariante"

 I


" Os homens estão em desvantagem numa discussão com uma mulher por terem a necessidade de fazer sentido nos seus argumentos"



Abotoava a camisa quando reparo no telemóvel a vibrar freneticamente na secretária.

- Hey! bom dia! tavas a dormir princesa?

- Não... estava no banho...

- Não pode... a esta hora? tocaste-te no banho?

- Como? não!!! tás parva?

- CA NOJO! se não te tocaste no banho... como é que te lavaste????

- ha... ha... não. Estou... ui, a rir-me tipo... louco. O que me queres?

- É assim que falas comigo? ligo-te fofa para te fazer uma proposta fantástica... espera... são 08h30 e tu estás a sair do banho??

- Fui correr... o que me queres?

- Hey! calma, fala-me bem!

- São 08h30 e tu ligaste-me com o intuito de me acordar... e isso faz de ti uma pessoa horrível.

- Faz nada! daqui a umas horas sim, podes dizer isso... até lá... ainda não te fiz 1% do que tenho planeado.

- E o que tens planeado?

- Babysitter, eu... tu... o meu sobrinho...

- Ah... what?

- Eu explico... o meu irmão foi pa um casamento e deixou aqui o puto, os meus pais vão não sei para onde porque o meu Pai tem que compensar à minha Mãe por ir contigo à bola amanhã e eu fiquei sozinha com a criatura. Como tens responsabilidades na situação e eu achei que te podia manipular a estares comigo... pronto, é isso.

- Repete lá a parte de me manipulares e de eu ter responsabilidades na coisa para eu ver se percebo...

- Não sejas assim! porquê que és assim? achas que eu te fazia isso? manipular-te? era incapaz! pára de fazer isto, és horrível!! foda-se! queres-me irritar e não são sequer nove horas da manhã e já estás com...

- Nós combinámos que era apenas e somente quando eu ia à bola com o teu Pai... já falamos sobre isto e amanhã vou jantar ai depois do jogo...

- Foda-se André! tou-te a pedir companhia porque fico insegura com o miúdo porque é uma responsabilidade enorme e contigo fico mais segura e podias ao menos fazer um esforço para estar comigo pela minha pessoa e não porque tens que me aturar por causa da merda do Atlético...

- A que horas?

- 09h30, vamos tomar o pequeno almoço? ah e veste a camisa castanha.

- Já vesti outra...

- Não me interessa! já pensei no vestido que vou usar e tu vais vestir-te como eu digo para não estragares a imagem, xau e não te atrases.

Atiro o telemóvel para a cama e coço a cabeça. A cadela na porta do quarto fita-me em desaprovação.
julgando-me...
... e ela tem um historial vergonhoso de se assustar com a própria cauda.



II

" If this is wrong... I dont wanna be right"



Estaciono o carro e respiro fundo.
É uma péssima ideia, uma terrível ideia e só pode correr mal.
Um homem estipula a regra de não convívio com ex namoradas por motivos de segurança e depois... e depois vai-se tudo à vida, a reputação de duro, as horas de sono. os quilómetros a correr atrás do momento Zen no cimo de uma colina em que cheio de dores e rebentados de cansaço sentimos que estamos bem, montanha que conquistamos em exaustão e esforço e valeu a pena.

Somos grandes, somos inteiros...

E então eu saio do carro resignado. Fecho a porta e suspiro.
Um pé para a frente e depois o outro até à sua casa e ... lembro-me que já tomei o pequeno almoço antes de ir correr.

E ela vai querer empanturrar-me com bolos...

Ela atira os braços à volta do meu pescoço, beija-me demorada no rosto.

- Aawww trouxeste a camisa que eu queria...

- Estás a gozar comigo certo? isso foi uma piada...

- Não estou a gozar, estou é bem disposta!

Puxa-me pela mão levando-me a reboque atrás de si.

Uma hora depois carrego o gremlin de 6 meses ao colo enquanto subimos a Rua Gil Vicente a caminho do Jardim do Alto de Santo Amaro, para quê carrinhos de bebé se o André tem braços?

Procuro um banco à sombra, ela procura o telemóvel para me tirar uma foto já que estou tão...paternal.

- Esta coisa já anda?

- Tem seis meses André!!

- Isso não me responde à pergunta

- Óbvio que não!! tu não percebes nada de bebés pois não?

- Sabias que se atirar o puto para dentro da fonte ele consegue nadar? durante os primeiros dois anos de vida temos uma nhaca qualquer nos pulmões e... estás a olhar assim para mim porquê? eu não disse que o ia atirar...

E o tempo passou por nós.

Ela não me deixou por o puto no chão.
Sugeri que era para lhe atirar uma bola e ele gatinhar atrás dela e ... não.
Ela não achou piada o sobrinho achar hilariante quando eu dizia palavrões, mais concretamente - Paneleiro carago!

Eu adorei o facto do puto ser de sono fácil e adormecer bonitinho assim que o trespassei para o regaço da tia.

Saboreava o sol entre a folhagem das árvores no jardim, saboreava o silêncio do puto e o decote... bem, o vestido por inteiro da tia da criancinha...
Olho com atenção para a tia da criancinha.
Arrependo-me, desconjuro-me.
Merda para os vestidos e... cabelos compridos e... sinto que há qualquer coisa de errado no que visualizo fazer a língua na pele da tia da inocente criança a dormir e...

- Hey! estás bem? estás-me a olhar de uma maneira estranha André... oh não... foda-se!


III

" - De que morreste? Joane, de quê? "


- Merda, merda merda...merda André!!

- Para quem refilava com a minha linguagem...

- Não porra, não estás a perceber... vem ai uma amiga da minha Mãe... eu odeio a mulher, simplesmente... O-D-E-I-O a mulher e a estúpida da filha dela e... e ela já nos viu.... diz-me que ela não me vem falar...

- Tens noção do ridículo que está a ser a tua reacção? dizes olá à mulher e pronto

- Ridículo? tu lembras-te daquela vez quando... ainda me tratavas bem... ainda não namorávamos e ficamos no teu carro a falar quando me vieste trazer a casa e eu estava ao teu colo...

- Qual das vezes? mas pera lá, eu ainda te trato bem...

- Olha porra, ela vem para aqui! numa das vezes ela viu-me contigo no carro e foi dizer à minha Mãe que eu estava muito "acalorada" contigo, a insinuar que estávamos a...

- Mas nós estávamos a...

- Não, não estávamos! dessa vez não estávamos! quer dizer... não sei se o que me estavas a fazer conta... mas o que está aqui em causa é que ela não tem... Olá! está boa? faz imenso tempo que não a vejo! a sua filha está boa?

A Sra em questão olha para mim, olha para a criança e responde- mas não me diga que você já...

A ex enrosca o braço no meu, sorri e responde - Oh sim, o Diogo... fez seis meses na semana passada...Felizmente passa o tempo a dormir... nisso sai aqui ao Pai

(nota - o puto não se chama Diogo, mas adiante)

- ah, mas vê-se que é a cara do Pai! tem o nariz parecido com o seu, mas de resto... eu não sabia... parabéns! a sua Mãe não me disse nada! vou ter que refilar com ela

- Foi culpa minha, eu há coisas em que sou assim, reservada... olhe, dê cumprimentos à sua filha sim???

E dito isto passa-me o miúdo para os braços, enrosca-se no meu pescoço e primeiro à esquimó, depois com a boca capricha no afecto ao Pai da sua Criança, do Pequeno Diogo

Faço um esforço - oh sim, hercúleo - para me manter na personagem até a perder de vista.

- Já se foi embora?

- Já, mas podes continuar a fazer isso no pescoço...

- Olha André - deixo de lhe sentir os lábios no pescoço, com a mão gira o meu rosto para o seu- meu querido André

- Diz meu bem

- "Então meu bem... vou ser alguém..." olha, se queres... tu sabes muito bem o que não sou nenhuma porca, não faço certas coisas sem ser com o namorado...

- Ah! na vez que a sra amiga da tua Mãe te apanhou comigo no carro não eras namorada e não tavas com problemas nenhu... aaaaaaaaaaaaauuuu! foda-se, não me craves as unhas!! foi uma piada!...
Vês o que fizeste? acordaste o "Diogo"...









segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Um sonho de criança...

Desço a Avenida António Augusto de Aguiar bonito e pimpão, Juba acabada de podar, confiante, galante, sexy como a Sharon Stone no instinto fatal, ela sem cuecas... eu sem meias.

(tipo... igual)

Passo firme e determinado, avanço no meu estilo inconfundível de lésbica de meia idade por entre a multidão.

Sei o que quero do mundo e para onde vou...




... mas não faço a menor ideia do que acabei de comer ao pequeno almoço quinze minutos antes.

 Estou apressado.

Atraído por uma fantástica combinação das calças com glúteos desvio a minha atenção para dentro do café à minha direita...

Oh madame...

Suspiro-lhe o corte do fato quando a reconheço pelo reflexo do vidro diante do balcão.

Foram pelo menos 5 meses desde a última vez que a vira - numa épica noite de copos no bairro alto.

Entro no café, ela reconhece-me pelo reflexo no mesmo espelho.

Antes que se volte envolvo-lhe a cintura com o braço, desvio-lhe o cabelo com o nariz...

Ela sorri.

Aperto-a contra mim e sussurro-lhe...




Beijo-lhe o rosto e vou-me embora enquanto ela se engasga com o café.

5 meses atrás durante a já citada noite de copos perguntei-lhe o que queria que lhe desse de prenda nos anos, qual era o seu sonho de criança... ela responde fortemente alcoolizada que queria um piropo badalhoco e uma Tiara para ser uma princesa...

E o prometido é devido e...

...e 5 minutos depois recebo uma mensagem:

" Pode ser, mas não te esqueças da Tiara!"

domingo, 11 de setembro de 2011

Troglodita.

Ela Chama-me Troglodita.

Eu respondo-lhe que é óbvio que sou um Troglodita... Tipo, NO HOMO!...

...sapiens


E fico a rir-me orgulhoso perante a sua estupefacção.

(quando digo estupefacção quero na realidade dizer: ele não acabou de me responder esta merda...)

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Merdas que me irritam- Edição Frouxo.

Passo o dia a correr com a cadela do sofá porque ela tomou banho e há que impor respeito.
Às 03h quando ia fazer um arrastão no armário das bolachas da cozinha vejo a criatura esponjada onde lhe disse que não podia estar.

Revoltado, indignado, entro na sala de dedo em riste para a mandar para o chão quando a vejo fechar os olhos com mais força sublinhando o facto de estar concentrada a dormir.

E depois suspira-me

E aninha o focinho nas patas e...

E...

E eu afrouxei, comovi-me.
E preciso de rapidamente corrigir as minhas capacidades de resistência a qualquer tipo de encantos femininos.

(independentemente do género animal)


quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Nota pessoal

Não voltar a deixar uma ex namorada ganhar posição para nos imobilizar e se atirar de unha aos pontos negros do nariz.

Ela estará demasiado motivada na situação.

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Ela...

Ela pede-me que lhe prometa que me comporto.
Pede-me que prometa que mantenho as mãos à vista e respeito a distância de segurança senão não me deixa subir e prolongar a noite um pouco mais, com ela, no seu quarto.

Ela faz-me subir quatro andares sem elevador.

Ela atira-me para o chão para fora da sua cama, estica o indicador e aponta-me os meus sapatos e a carteira.
Diz-me que tenho que me ir embora e corre-me quase ao pontapé até à porta da rua.

Eu argumento que me portei bem! que não lhe toquei, não me insinuei ao seu corpo ou sequer a olhei directamente nos olhos!

Ela responde que o problema não é eu cumprir o prometido...
É ela ter a certeza que me vai fazer o que me pediu para prometer que eu não fazia.




E um homem a descer quatro andares a pensar- mas... eu nem lhe toquei porra!!!

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Frases de um fim de semana complicado.



- No men can walk out on his own story - Rango

- Não entrem na minha visão periférica - Rango

- We ride! - Rango

- Pára de citar frases do Rango foda-se!

- Sei que é um cliché... e estas calças tão justinhas, mas... achas que me fazem ficar com o cú gordo?
- Se eu acho que as calças te fazem um rabo gordo? não...
- mas... sei lá, as calças não me parecem bem!
- Hey! as calças não têm culpa de estares com o rabo gordo!!!

- Esta salada está perfeita: fresca, húmida e com um travo a vinagre... como a vagina da Joss ston... o que foi??? o quê que eu disse?

- Mostra-me onde tens as mãos... oh meu deus... diz-me que o que me está a tocar na perna é a tua cadela...

- Daaaaaanger Zone!

- Lana? lana??? laaaaaaaana? Danger Zooone!

- Se começas com essa merda do Archer juro que te enfio o garfo no olho.

- Isto é queijo a mais para um homem só...

- Se estou mais animado? sim, mas... mas estou muita mal do estômago...

domingo, 4 de setembro de 2011

Yamato

警告オタク !!!!


Space Battleship Yamato ou Star Blazers




A série original foi criada em 1973.
Eu, nascido em 1981 recordo-me de ver a série quando ainda não tinha aulas, antes de entrar para a pré primaria... ou seja, tinha menos de 6 anos.
Convictamente afirmo que esta série modelou a ficção cientifica como a conhecemos - a nível cinematográfico.
A mítica entrada do Darth Vader no Episódio IV  é copia de uma cena na primeira temporada da série Yamato

Podia dar outros ziliões de exemplos só da  primeira temporada que encontrei escarrapachados n'outros filmes e séries- como battlestar galactica, start trek, etc

Mas não é ai que quer chegar.

Primeiro a surpresa da Miss me aparecer em casa às 03h com um balde de pipocas gigante porque sabia que eu tinha tido um dia complicado.
Depois, quando estávamos esponjados no sofá a comer o balde king size enquanto víamos o filme da série - que saiu em 2010 - isto acontece:




O Kodai enfia um beijo na Yuki a meio de um Warp Jump.

E eu? mesmo com testemunhas... aproximadamente 25 anos depois de ver a série pela primeira vez...





Derreti-me todo.

E foi tão panisga, tão fofinho... tão a pedir colinho e um abraço a minha reacção que ela quando parou de rir...
Quando parou de tossir porque se tinha engasgado a rir...
Quando acabou o filme, quando adormeceu e se foi embora hoje de manhã...

Ela...
Ela ficou a pensar que eu tenho sentimentos.

O que eu nego.

E não acho graça que ela me chame Kodai.

(e comece a rir compulsivamente depois de o fazer... )

Ou envie mensagens a dizer - O Kodai Buh buh...




Nota 1 -  警告オタク !!!!  quer dizer nerd alert.

Nota 2- Quando digo que não acho graça que me chame de Kodai não estou a dizer que prefiro que me chame de Yuki, o problema é a voz irritantemente cute e fofa com que ela diz "Kodai..."

Nota 3 - no intervalo de tempo de começar e acabar o texto recebo uma mensagem a dizer " dorme Kodaizinho..."

sábado, 3 de setembro de 2011

Desafio

5 Coisas que tenho que fazer antes de morrer:

Mia Kirshner
Joss Sto...

Ah, pera lá... "coisas"!!!

Sorry...

Segunda tentativa.


5 Coisas que tenho que fazer antes de morrer:

-Arrumar o quarto
-Apanhar o queijo na  Cheese Rolling Race de Gloucestershire
-Tocar numa Steel Drums Orchestra das Caraibas
-Comemorar um Golo na Avalanche da Torcida do Grémio
-Manter o quarto arrumado durante 15 dias depois de o arrumar.


5 Coisas que mais digo:


- Eu não disse que a piada era boa
- Mas tem graça!
- Isso foi o que ela disse!
- Lisandro...
- Sabes Boneca,  o André...


5 Coisas que faço bem:


- Irritar mulheres
-Pedir desculpa a mulheres
-voltar a irritar as mesmas mulheres que irritei da primeira vez
-Voltar a pedir desculpa com uma lata do caraças
-Sexo - ou vocês acham que me desculpavam só porque faço um fantástico ravioli, pinto, tenho um sharpei ultra fofo, as faço rir até ficarem a bater palmas como se fossem uma foca afónica ou consigo dizer algo sexy-fofo-nojento-romântico-depravado-atencioso-inconveniente-ridiculo-carinhoso-emotivo sem o menor sentido na mesma frase quando elas não estão à espera?


5 Defeitos:


Não querem perguntar às ex's?
Elas de bom grado e com gosto podem partilhar uns 88837646238423425676 exemplos sem pensarem muito nisso...

... como por exemplo que tenho as Sobrancelhas despenteadas (wtf? really?)

- Tenho uma tendência estranha para perder as calças
- Só quero quem, quem eu nunca vi, só quero quem, quem não conheci.
- Também tenho pressa de chegar - não sei bem onde.
- Também não sei do quê que eu fujo.
- Lembro-me de uma música e despacho respostas por preguiça com versos da mesma quando devia dar uma resposta mais directa e sincera.

(que no meu acaso, até que se aplicam como algo que considero defeitos em mim)


5 Coisas que adoro:


- Uma mulher a rir-se por algo dito/feito por mim. 
- Uma mulher alterada e descontrolada em fúria por algo dito/feito por mim
- Uma mulher corada por algo dito/feito por mim
- Uma mulher com a minha camisa vestida - só com a camisa
- Lisandro Lopes


5 Coisas que detesto:


- Touradas/Maus tratos/abandono de animais
- David Fonseca/Mafalda veiga/
- Pessoas que não gostam de Pearl Jam
- Spoilers
- A inevitabilidade do tempo

Desafio proposto por VP , que eu estranhamente numa noite a tripar com uma overdose de pipocas e simpatia respondi.

Não passo a ninguém em particular o desafio, mas quem lhe aprouver responder...


sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Não te percebo mulher

Eu porque sou um gajo atencioso e preocupado, reparo que estás triste e desanimada. Pergunto-te o que posso fazer para te animar... se há alguma coisa que eu pudesse fazer que te metesse imediatamente bem disposta...

Tu respondes-me : - "gomas, comer gomas"

Eu num ataque ternura vou buscar gomas e sento-me à tua frente a comer as gomas, quando acabo de comer as gomas todas ficas chateada comigo e não me dizes porquê...






Não te percebo mulher, juro que não percebo.