terça-feira, 15 de maio de 2012

Auge Musical

Ao contrário do que presumem os meus fãs e a minha Mãe- ela diz que sou especial, os outros meninos é que são invejosos - o meu auge musical não foi cantar a I touch myself ao colo da aniversariante como contei aqui no blog.

...nem quando andei enroscado com a pandeireta da tuna feminina da faculdade...

O meu auge musical aconteceu no bar da Escola A Voz do Operário prai há 14 anos atrás, pelas 5h30 numa festa onde actuaram... não vou ser xibo e dizer que eram os Moonspell, mas eram os Moonspell entre outras bandas.

(não estavam todos no palco quando aconteceu o que vou relatar a seguir, mas também conta, adiante...)

Eu fazia parte da organização da festa, era suposto dar o exemplo, controlar entradas e problemas na sala... acontece que a certa altura...eu estava a sangrar da perna, tinha levado uma biqueirada de umas botas de biqueira de aço na canela a meio do moche... que comecei, para dar aquele exemplo...nessa altura estava fortemente alcoolizado e subo para o palco e grito para a sala cheia de fãs - já  na altura os tinha- de braço no ar o meu mítico grito de guerra que desde então me precede sempre que o André vai fazer qualquer coisa de extraordinário - o que a Ex achava meio estranho e desconfortável antes de fazermos o sexo um no outro...

Seguro o microfone, estico a mão, encho o peito de ar e grito...

BOOOOOOOOA NOOOOOOOOITE BAAAARRRREEIRO!!!

A multidão vai ao rubro, sento-me na bateria e nos 2 minutos seguintes partilhei o palco com quem já citei acima a tocar...


...A minha sogra é um boi.

4 comentários:

Never Told Words disse...

como é que andas na rua sem te pedirem autógrafos?! lol

cê-agá disse...

a voz do operário?? que voz do operário?? eu andei numa escola voz do operário..na graça. mas tu és ou moras no norte. fica a pergunta: qual voz do operário??

André disse...

Never told words- de boné, bigode e gabardine..

Cê-agá - na da graça mulher, és capaz de a conhecer...

Ana Luísa disse...

Ahahahah, priceless, simplesmente! :D