quarta-feira, 14 de julho de 2010

Mas o quê que tu...

Piscou o olho à "sogra" que lhe abriu a porta, cumprimentaram-se em silêncio e fechou a porta devagar sem fazer barulho ficando com a casa para si e para a bela adormecida a ressonar no quarto...

Faziam quase duas semanas que tivera a ideia e congeminara o plano de o surpreender e acordar de um modo... especial.

Deslizou o casaco dos braços para o chão, abriu a camisa.

Parou a meio do corredor e puxou do corpo o cinto, mordeu o lábio e sorriu... ele ia adorar, só podia adorar!!!

Abriu as jeans e tirou-as, verificou se a lingerie estava no sítio, respirou e avançou.

Era a melhor namorada de sempre! e se o anormal não lhe reconhecia isso e passava a ficar caladinho quando lhe pedia para ficaram umas horas no sofá sem dizer de 15 em 15 minutos- ISTO É GAY!!! - ou ficar no mínimo quieto sem tentar tirar-lhe a roupa ou mudar para a Eurosport para ver duas russas a jogarem ténis, ou a final do Campeonato do Mundo de 78 pela sétima vez...

( Se o gajo sabe que ganhou a Argentina 3-1 qual é o interesse de ver o jogo??, e estar com a namorada 15 minutos a dar mimos no sofá é gay, mas passar 120 minutos - o jogo foi para prolongamento - a dizer que o Kempes é um Deus já não é gay... é d'homem...)

Girou o puxador devagar, inspirou fundo e susteve a respiração antes de abrir a porta e entrar no quarto.

Estava perfeito, a luz difusa pela janela do quarto num tom cinza pálido a puxar para o azul, o silêncio tranquilo do quarto ainda a dormir... ele deitadinho e quieto com aqueles olhinhos de patife fechados... quase... quase a passar o disfarce que era um gajo fofo e carinhoso. Quieto e imóvel sem oferecer resistência... nham... nham... nham...

Suspirou...

Ficou-se pelo inspirar - OH MEU DEUS QUE CHEIRO!!!!!

Correu para a janela, abrindo-a...

- haan? ah? o quê? Michael Bublé... o que foi? hey! olá! o que tás a fazer aqui?

- QUE NOJO! já viste bem o cheiro do teu quarto???

- eh eh, já... achas que é por acaso? bom dia! isto é quarto de gajo pá! tavas à espera do quê? havias de cheirar o quarto do meu irmão com os hamsters e o aquário....

Espreguiçou-se

- Quarto de gajo? isto é uma lixeira! que fedor! e olha bem para este quarto?!?!? isto é... um caos...

- Hey! pera lá... calma, bom dia primeiro... anda cá...

- Bom dia?? bom dia... é isso... bom dia, eu tento fazer-te uma surpr... não... na na na NÃO! diz-me que esse papel higiénico amarfanhado no chão não é o que estou a pensar...

- Qual papel?

- No chão, ao pé de uma meia e das chaves de casa e ... do LIVRO QUE TE DEI NO NATAL!!!

- Ah isso, tive que me assoar, eh pa, tu tavas a pensar que era o quê?

- Tu sabes... - gesticulou

- Ahahaha lindo,olha lá... onde é que estão as tuas calças?? e como é que tu entraste aqui em casa?

- A tua mãe abriu-me a porta... aquilo é uma sandes? NO CHÃO!!

- Meia sandes... guardei metade para depois...

Gesticulou negativamente, estrebuchou da situação e lançou as mãos aos botões.
Fechou o primeiro, fechou o segundo e sentiu-o segurar-lhe o gesto pelos pulsos.

- Hey... cherrrrie... calma... fala comigo...

Puxou-a pelas ancas e avançou determinado para a boca da namorada

- EEEWWWW nojo! não! vai lavar os dentes!! acabaste de acordar e queres dar-me um beijo!?!?! cheiras mal... o teu quarto cheira mal... pareces o Pepe Le Pew!



Arrependeu-se imediatamente de lhe ter dado a ideia. Sentiu micro segundos depois de pronunciar o nome os pés fugirem do chão, o corpo inclinar-se para trás enquanto com as mãos lhe puxava do rosto o cabelo num gesto exagerado e a dar para o retardado.

- oh mon amour... mon love...

- Não, pára... tá quieto, PÁRA NOJO! não... merda...

Assim que sentiu a língua dele na boca prendou-o com uma joelhada.
Aguardou que lhe voltasse a cor ao rosto, que rastejasse do chão para a cama em dor.

- Tu é que me obrigaste... tu é que fizeste isso a ti mesmo

- Pókeralho...

- Tás-me a mandar para o car....

- Não... é um pokémon novo que inventaram... só para ti!... tu não tens noção do quanto isto doí... e a culpa é minha?? tu apareces aqui assim vest... assim despida e eu... mas o quê que tu tás aqui a fazer afinal???

Avançou e ajoelhou-se diante do namorado sentado ainda em doloroso desconforto. Sorriu e deslizou a língua pelo lábio superior - sabes... apetecia-me acordar-te de uma maneira... diferente, especial...- desceu o olhar para onde lhe doía.

- Ah... - engoliu em seco atordoado com o plano, - bem... se quise...

- Já não te está a doer???

Fitou-a de baixo para cima, mordiscou o lábio e ameaçou- a que roçava a barba por fazer assim de lado no rosto dela, devagar como ela gostava e a punha quente.
Gesticulou e argumentou que era imperativo ela concretizar o plano a que inicialmente se propusera, que se não fosse por ele que o fizesse pelos golfinhos!! pelas crianças!! pela extinção do mosquito equatorial... implorou, esperneou até se render à evidência de que sem lavar os dentes...

No funkytime.

Parou ao chegar à porta do quarto e olhou para a namorada, sentada na beira da cama, pernas nuas cruzadas, aquela camisa branca um botão por abrir... como se o peito dela implorasse por liberdade nas suas mãos... que a possui-se nos braços, rasgasse a camisa expondo à sua mercê as titãs e...

Lhe arrancasse o soutien com os dentes e o abanasse como se fosse um labrador agarrado a um chinelo...
Selvagem...
Feroz...

Atirou-lhe uns piedosos olhinhos de bambi perdido na floresta, ela devolveu-lhe um "despacha-te porra!"

Suspirou, encaminhou-se para a casa de banho e ... prendeu os pés nas calças que não vira pelo chão, bateu com a testa na quina da ombreira da porta, em ricochete caiu para o lado oposto, bateu com o cotovelo na parede, enrolou-se e caiu num épico mas ridículo malho aterrando de cu intencionalmente, protegendo zonas do corpo mais sensíveis - material especializado de alta precisão, também conhecido como "o Devasta" ou "O longo dragão que vem de leste"...

"O pequeno pigmeu gigante..." era uma alcunha gira porque queria dizer que era tamanho normal... mas tento em conta as capacidades femininas de raciocínio... acabavam por não perceber a piada, afinal todos sabemos que as mulher...

(neste momento o Autor do texto lembrou-se que a maioria dos seguidores deste blog são do género feminino e achou melhor ficar por aqui)

Adiante...

Emaranhado nas calças, debateu-se para as desembaraçar. Ouviu-a do quarto perguntar-lhe se estava tudo bem, respondeu-lhe que sim, que se estava a despachar e estava tudo Ninja.
Passou a mão pelo cabelo, levantou as calças e visualizou-as vestidas, moldadas pelo delicioso recheio, aquela carne quente a transpirar ali dentro, o calor do corpo dela a roçar no tecido...

a suar...

Amarfanhou as calças...

Levou-as ao nariz...

Inspirou-as, saboreou-as e voltou a inspirar com mais força...

- MAS O QUÊ QUE TU ESTÁS A FAZER COM AS MINHAS CALÇAS???????

Assustou-se, atrapalhou-se e saltou do chão.

- ah... nada nada... tou a ir...

- O quê que tu estavas a fazer com as minhas calças????

Devolveu-lhe um sorriso comprometido e fugiu a responder gesticulando que estava a efectuar a operação delineada.

Esfregou depressa mas com afinco, esfregou abaixo e acima e desligou a água, virou-se para a porta, abriu mas hesitou sair ao acorrer-lhe o pensamento - será que era simpático já que ela disse que planeava fazer aquilo... passar a área de intervenção por água? será que ela levava a mal? será que ia achar que era uma imposição da parte dele ou... ou então ia achar tão atencioso da parte dele que o deitava, sentava-se ao colo dele desnudada e...

...e levava-o a dar um passeio....

... fazia-lhe o exorcista com a cabeça a andar à roda...

...deslocava-lhe o fémur com a força das ancas...

Abriu a água do lavatório, aguardou que esta aquecesse, elevou-se nas pontas dos pés e ajeitou-se de modo a materializar o objectivo proposto...
que era surpreendentemente...

agradável...

Quente...

E aquelas ancas dela que ia reclamar em tão pouco tempo... aquele peito que ia beijar tão em breve... e o Dragão que se eleva gracioso com tal imagem... ansioso e...




- MAS O QUÊ QUE TU TÁS A FAZER NO LAVATÓRIO?????????

Um comentário:

bru disse...

ahah andré, sabes as mulheres são mais inteligentes do que os homens.

está provado cientificamente :)