sexta-feira, 18 de março de 2011

Test Drive

Num momento de pausa entre a plotagem de dois desenhos, numa folha solta que encontro sobre a mesa, decido-me a experimentar o pack de 4 canetas Faber Castell de tinta da china com que me recompensara na noite anterior - eu mereço - pela minha awesome awesomeness.


Assim meio por alto, sem que ligasse muito à coisa, desenvolvo muito pouco preocupado com o resultado final um prédio e depois outro, vendo o traço de cada uma das canetas, a velocidade que cada uma pede sobre a folha, a expressão destas sobre o papel.


E depois o desenho por si mesmo desenvolve.


Por si mesmo, o desenho termina.



Ainda pensei em sombrear o bicho, mas a ideia era fazer um test drive às canetas para mais tarde, desenferrujado, com elas desenhar a sério...

E eu estava demasiado tentado em desenhar o Godzilla ao fundo a fazer o que Gojira faz melhor...

Planeamento Urbano...

3 comentários:

CookiesEMilk disse...

Assim quase que parece algo saído do 500 days of summer... :]

André disse...

Ainda não vi esse filme - o que é uma falha minha pois é suposto acompanhar a carreira da futura avó dos meus netos.

CookiesEMilk disse...

Hmmm assim o meu comentário fica a modos que perdido. Digamos que o "futuro pai dos meus filhos" também tem assim um impulso para desenhar a cidade. De fazer planeamento urbano. Vê, é mesmo muito muito bom. :]