quarta-feira, 24 de agosto de 2011

A não esquecer


-


Dois monges caminhavam por uma estrada no seu caminho de volta ao templo.
Subitamente, começa a chover torrencialmente.
Pouco depois, mais à frente na estrada, uma mulher hesita em atravessar com receio de molhar e sujar o vestido.
Um dos monges levanta-a nos braços e atravessa-a ao colo.

O outro monge, revoltado e indignado por o ver a quebrar os seus votos manteve-se em silêncio o resto do caminho.
Chegados ao templo, explodiu em fúria.

Como fora capaz de tocar na mulher? sair do seu caminho e desrespeitar os seus votos?

O outro monge sorriu e respondeu-lhe: "Tu é que a trouxeste até ao templo, eu deixei-a no outro lado da estrada."



6 comentários:

. Sofia . disse...

Mas que resposta...
Adorei!
Podia pôr-me a explicar porquê, mas não consigo. :) Adorei mesmo.

Rodrigo. disse...

gostei do blog e ja estou a seguir

Susi disse...

Oh, excelente resposta mesmo!

Patrícia disse...

Muito boa resposta!

pête disse...

Grande monge :)

Pusinko disse...

Em grande este senhor monge!