sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Telepatia


Há muitos anos que não pinto.

Eu digo, como que peço - "Save me, save me, be the light in my eyes..." - sabendo que não há nada que motive um homem, este homem...

Não há nada que arranque de mim tanto como uma mulher.

Uma musa portanto.

Exactamente 11 anos e 8 dias atrás eu estava sentado na cama da minha então namorada de seu nome Sofia.

Eu precisava de resolver umas ideias para projecto, organizar o espaço e conceito do trabalho, ela tinha que estudar silenciosa para economia.
Prometi que ficava caladinho e não lhe assediava o corpo ao contrário de todas as outras dezenas de vezes que tentáramos sem sucesso não nos distrairmos com o outro.

Ela estava a conseguir, eu não.

Ela Tinha um decote em V e o cabelo preso. Remexia numa farripa de cabelo solta com o dedo - o que eu considero extremamente provocatório - e para terminar o ramalhete, de tempos a tempos endireitava as costas espreguiçando-se...

E eu a saborear visualmente aquele contorno mágico de mulher dentro de uma camisola...
Uma curva suave e perfeita dos ombros para o peito...
E depois soltou-me o cabelo...

Perdi o norte ao projecto, borrifei-me para o trabalho e comecei a organizar desculpas credíveis e justificáveis sobre a urgência de ela fazer uma pausa de 20, 30 minutos sem roupa se não fosse por mim, pelo meu afecto... pelos pandas, pela extinção do mosquito equatorial...

Mas eu tinha prometido que me ia comportar...

(e ela tinha um gancho de esquerda temível.)

Em vez de a arrebatar da cadeira para a mesa e lhe mostrar a minha convicção sobre o "neo-expressionismo clássico do revisionamento lirico do pensamento moderno na alemanha do séc XVIII"...

Agarrei no 3B (so hardcore...) e descarreguei as ganas que lhe tinha no bloco de desenhos.





Porquê que está inacabado? porque ela lia-me os pensamentos e ficou com vontade de não me deixar acabar o desenho.

8 comentários:

Gasper disse...

Adorei este post, tenho dito!

MrSawyer disse...

Texto fantástico... descrição do momento, de tudo o que passou pela cabeça...simplesmente genial, e a conseguir transportar o leitor para um outro mundo! Parabéns

Susi disse...

Digo-te sinceramente que para além do dom do desenho, que é evidente, tens também o da escrita. Sei lá, consegues passar uma emoção para o lado de cá. Comento pouco por isso mesmo, quando acabo de ler fico sem reacção (no bom sentido), como que se tudo o que eu dissesse a seguir fosse estúpido ou tirasse a graça a tudo. Já sei a quem pedir para me fazer as crónicas e coisinhas assim que me pedirem na universidade muahahahh, 20 garantido ;)

Megan disse...

ESPECTÁCULO!

Ana C disse...

w-o-w. Que lindo, que palavras bonitas! :')
Está maravilhoso.

Ana C disse...

Parabéns.

meninaluaprimavera disse...

espectacular!!!!

Rosie disse...

Maravilhoso :) Parabéns!