terça-feira, 6 de março de 2012

Num Mundo Paralelo...

Viro para a direita e não sigo em frente.

Num mundo paralelo a este que gira feroz à nossa volta... é contigo que fiquei.

É na porta da tua casa que estaciono, é nos teus braços não nos dela que me envolvem o pescoço quando me beija que eu estaria.

Sorrindo feliz.

Nesse mundo paralelo sigo em frente para ti todas as noites, seria teu...

Não dela.

Adormecia e acordava no teu cheiro, perdia-me no teu corpo húmido num banho a dois...

Supostamente rápido...

Daqueles de que apetece mesmo mesmo nunca sair...

Eras tu, não ela diante de mim, enrolando o cabelo na toalha depois do banho.

Refilando-me das horas, do quão tarde se fazia... sim, nesse mundo paralelo...

Eras tu que te espreguiçavas na cama meio por vestir.

Eras tu que me puxavas para cima do teu corpo reclamando-me voraz e apaixonada...

Num mundo paralelo, que não este...

Tinha a tua mão na minha, o teu corpo no meu abraço, tinha-te não somente no pensamento em todas as noites que viro para casa dela e não sigo em frente...

Em que não sigo para ti.

Tu, num mundo paralelo eras minha mulher.

E eu, num mundo paralelo que não este...




...sou o Batman!!

Um comentário:

Bibinha disse...

Tava tudo tão lindo.... estava já com os olhinhos a ver estrelas e sonhos e tudo... e tu vais e falas num heroi em collants.....
Again????
Tu tens um dom :)